em 2

Atribuições e Funções do Cargo de Porteiro(a) (Diurno/Noturno)

  • Clique aqui para ver todas as Atribuições e Funções de Trabalho.
  • Clique aqui para baixar este documento (Arquivo em PDF / 85,8KB).


Descrição Sumária:
Executar serviços de vigilância e recepção em portaria de edifício de apartamentos, comercial e outros, baseando-se em regras de conduta predeterminadas, para assegurar a ordem no prédio e a segurança de seus ocupantes.


Atribuições e Funções:

  1. Ser assíduo e pontual, cumprindo a respectiva escala de serviço;
  2. Fiscalizar a entrada e saída de pessoas, observando o movimento das mesmas no saguão da portaria principal, nos saguões dos elevadores e nos pátios, corredores do prédio e garagens e procurando identificá-las, para vedar a entrada as pessoas suspeitas, ou encaminhar as demais ao destino solicitado;
  3. Atender para o uso dos elevadores, observando e vedando o excesso de lotação ou carga e a retenção em andares sem motivos justificáveis, para garantir o cumprimento das disposições internas e legais;
  4. Sustar o uso do elevador, baseando-se na constatação de desarranjos ou mau funcionamento, para evitar danos aos usuários;
  5. Encarregar-se da correspondência em geral e de encomendas de pequeno porte enviadas aos ocupantes do Edifício, recebendo-as e encaminhando-as aos destinatários, para evitar extravios e outras ocorrências desagradáveis;
  6. Manter serviço permanente de portaria e exercer a vigilância continua do Edifício;
  7. Acender e apagar as luzes das partes comuns do Edifício, observando os horários e/ou necessidades;
  8. Auxiliar no serviço de segurança interna do Edifício;
  9. Usar o uniforme e cuidar bem dele;
  10. Tratar todos os moradores, inquilinos ou proprietários e visitantes, com respeito e urbanidade;
  11. Ausentar-se da portaria, para execução de outros serviços, somente com conhecimento e autorização do Zelador ou de seu substituto;
  12. Evitar entreter-se em palestras, com colegas de serviço, moradores ou visitantes, que venham a prejudicar a atenção devida ao serviço;
  13. Auxiliar, quando solicitado e autorizado, os demais colegas, mesmo que em serviço que não seja o de portaria;
  14. Operar a mesa de interfones e fiscalizar o seu uso;
  15. Desempenhar outras atribuições pertinentes ao cargo.

2 Comentários para “Atribuições e Funções do Cargo de Porteiro(a) (Diurno/Noturno)”

  1. Marcos Alberto disse:

    Fui zelador durante 5 anos no Tatuapé em um condominio de 15 andares um ap por andar. Pessoas de poder aquisitivo alto, mas com a visão de terceiro mundo. O síndico era um advogado de imobiliaria mau educado. Os condominos não seguiam as normas do prédio, não usavam o controle remoto para entrarem no prédio, quando o porteiro não abria o portão eles falavam palavrões. Não podia usar o elevador social para mudança, mas o sindico usava para a dele. Condominos e sindicos todos eles exploram zeladores, porteiros e faxineiros. Não sabem ou dão uma de desentendidos sobre os afazeres de cada um. Aí eu pergunto que adianta ter treinamento de primeiro mundo, para ganhar mau e servir um povo de terceiro mundo. O que os senhores fingem não entender é que quem é mau remunerado. sempre vai fazer um mau serviço. Quem tem dinheiro exije mas não gosta de pagar. Uma empregada domestica nos Estados Unidos ou Europa ganha mais que um medico aqui no Brasil. Lá eles valorizam porque quem não quer fazer o serviço ruim paga. E a pior coisa que fizeram foram essas firmas tercerizadas, que além de explorarem os funcionarios são os maiores chamariz de bandidos nos prédios. Onde eu trabalhava todos os porteiros moravam em favelas. Não desmerecendo os coitados tem muita gente boa, mas também muita gente que passa a bola para os bandidos. Aqui no Brasil infelizmente procura-se sempre resolver os problemas fazendo vista grossa para o problema principal, a exploração. E o povo rico que é mais mau educado do que um favelado sempre exigindo.

    • SEEG disse:

      Bom dia e obrigado por participar.

      A questão da educação não se aprende em faculdade, vem de berço.
      O problema das terceirizadas está em todo o Brasil.
      Se uma pessoa se sentir ofendida ou humilhada deve procurar uma delegacia de policia e fazer um boletim de ocorrência.

      Atenciosamente,
      Sindicato dos Empregados em Edifícios de Goiânia

Comente!