em 2

Atrações turísticas de Goiânia

#Índice:

 

Goiânia


 

Um pouco sobre a cidade

Goiânia foi fundada em 24 de outubro de 1933, por Pedro Ludovico Teixeira, planejada e construída para ser a capital do estado de Goiás. A transferência de capital da Cidade de Goiás para uma nova capital já era idealizada desde o século XIX, quando a Cidade de Goiás ficou pequena e inadequada para isso.

O traçado urbanístico foi projetado por Atílio Correia Lima, com as suas três principais avenidas convergindo para a Praça Cívica. A arquitetura segue o estilo art-déco, com muitos jardins e avenidas arbonizadas. A construção foi muito apoiada pelo presidente da época, Getúlio Vargas, com estratégia de povoar o centro brasileiro.

Em 23 de março de 1937, foi assinado o decreto nº 1816, transferindo legalmente a capital para a nova cidade, ainda sem nome. Para escolher o nome da nova capital do estado foi feita uma votação, coordenada pelo jornal da época, intitulado “O Social”, e da palavra Goianía, nasce Goiânia.

O batismo cultural da cidade ocorreu em 1942, quando uma série de comemorações foram feitas para apresentá-la ao Brasil. Uma dessas comerorações foi a inauguração do Teatro Goiânia, com a peça “Deus Lhe Pague”, estrelada por Eva Todor. Foi nessa mesma comemoração que Venerando de Freitas Borges tomou posse da prefeitura de Goiânia.

Com 1.600.000 habitantes, Goiânia tem se destacado nos últimos cinco anos no turismo. Porta de entrada para Caldas Novas, Pirenópolis, Cidade de Goiás, Rio Araguaia, Alto Paraíso e Corumbá de Goiás, Goiânia tem atraído alguns (ainda poucos) turistas, principalmente depois da nomeação como uma das cidades com melhor qualidade de vida na América. Os principais turistas de Goiânia tem entre 28 e 35 anos, muitos deles vieram em lua de mel conhecer os inúmeros restaurantes e lindas paisagens. Recebe alguns turistas jovens, que procuram as várias festas e shows que ocorrem na capital. Mas, apesar do turismo “ainda em desenvolvimento”, Goiânia é uma cidade com fins administrativos e empresariais. É a capital da economia do Centro-Oeste.

Com o grande número de bares e restaurantes, além dos variados e conceituados festivais gastronômicos que acontecem na capital, pode-se dizer que Goiânia é uma cidade com turismo gastronômico bastante avançado. A culinária regional e culinária internacional fazem de Goiânia uma cidade cosmopolita sob o ponto de vista gastronômico.

Clique aqui para ver a história com mais dados e outras informações.

 

Eletricidade

É utilizada em Goiânia apenas um tipo de voltagem: 220V com corrente alternada de 60 Hz. Verifique o interruptor de voltagem antes de ligar qualquer aparellho que não seja bivolt. A distribuição de energia elétrica é feita pela CELG (Companhia Elétrica de Goiás). A cidade conta com excelente serviço elétrico. O último apagão foi em 2001, durou cerca de seis horas.

 

Clima

O clima predominante em Goiânia é o tropical úmido, com temperatura média anual de 21°C, abaixo da média nacional. O período mais quente é entre agosto e outubro, o período mais frio é entre maio e julho. O período de chuvas é entre outubro e abril, o período de seca é entre julho e setembro.Porém a cidade é conhecida por ter um clima instável durante todo o ano. Julho é o mês de maior instabilidade, podendo variar entre 8° e 31° em um dia.

Porém a cidade é conhecida por ter um clima instável durante todo o ano. Julho é o mês de maior instabilidade, podendo variar entre 8° e 31° em um dia.

A temperatura mais baixa registrada foi de 1,2°C, já a temperatura mais alta registrada foi de 40,7°C.

 

Feriados municipais

Além dos feriados nacionais, Goiânia tem mais três feriados municipais:

  • 24 de maio – Dia de Nossa Senhora Auxiliadora, padroeira da capital goiana
  • 24 de outubro – Aniversário de Goiânia

 

Chegar


 

De carro

Goiânia é situada em um dos mais importantes entroncamentos brasileiros. A cidade é cruzada pela BR-060, que liga Brasília, Goiânia, Campo Grande seguindo até a fronteira com o Paraguai. O trecho entre Goiânia e Brasília é duplicado e a rodovia é estatal, ou seja, não há cobrança de pedágio.

A cidade também é cortada pela BR-153, que liga Marabá, no Pará, a Aceguá, no Rio Grande do Sul, seguindo para a fronteira com o Uruguai.

As principais rodovias estaduais partem de Goiânia. Por exemplo, GO-010, GO-020, GO-050, GO-060, GO-070 e GO-080.

 

De avião

Aeroporto Internacional Santa Genoveva – Situa-se na região Nordeste da cidade, na praça Capitão Frazão, Setor Santa Genoveva, a 16 km de distância do centro. Neste momento está sendo construído um novo terminal, do outro lado da pista de pouso e decolagem, com acesso a BR-153. Recebe e possui voos internacionais de Buenos Aires, Montevidéu e Santiago e logo pretende incluir Lisboa, Nova York e Londres. As empresas Azul, Trip, TAM, Gol, e Passaredo operam voos aqui. O aeroporto conta com locadoras de veículos, lanchonetes, casa de câmbio, bancas de revistas, lojas de presentes, balcão de informações e caixas eletrônicos. Conta também com um terraço onde pode ser vista a pista de pouso e decolagem. Telefone: +55 62 3265-1500.

 

De ônibus

Rodoviária de Goiânia, Rua 44, nº 399, Setor Norte Rodoviário. É um dos maiores terminais rodoviários do país com 40.000 m². Possui um shopping incorporado em sua área – Araguaia Shopping. É a única rodoviária do mundo a ter um shopping de grande porte em suas dependências. A arquitetura interna foi inspirada no art-déco do Centro de Goiânia. Telefone: +55 62 3240-0000.

Sub-Terminal Rodoviário de Campinas, Rua 13, Setor Norte Aeroviário. Uma rodoviária de pequeno-porte, que recebe e despacha ônibus para o interior de Goiás. Se quiser passagens para fora do estado ou do país, procure a Rodoviária do Araguaia Shopping. Telefone: +55 62 3271-4588.

 

Circule


 

De carro

Para transitar em Goiânia uma opção é o aluguel de carro, principalmente se você quer realmente conhecer a cidade e as cidades históricas de Goiás. Táxis compensam até certo ponto, mas em Goiânia ocorrem alguns engarrafamentos, o que pode encarecer o preço do táxi. As duas escolhas são vantajosas. As principais locadoras de carros se localizam nas Avenidas 85 e T-63 do Setor Bueno. Também se pode encontrar locadoras de carros no Aeroporto Internacional de Goiânia.

Se perder em Goiânia é um pouco fácil, pois algumas ruas com números próximos são muito afastadas umas das outras. Procure trafegar sempre por avenidas e alamedas de maior fluxo de veículos. Mas, felizmente, Goiânia é uma cidade muito bem sinalizada, até mesmo na periferia, placas para o Centro e para as rodovias são comuns na cidade.

Cooperativas de Táxi da Região Metropolitana de Goiânia:

  • Coopertáxi – Tel. +55 62 3212-6000.
  • Rádio Táxi Araguaia – Tel. +55 62 3285-2222.
  • Rodotáxi – Tel. +55 62 3212-1133.
  • Rádio Táxi ABC – Tel. +55 62 3612-7070.
  • Rádio Táxi Goiânia – Tel. +55 62 3292-7000.

Locadoras de veículos de Goiânia:

  • Localiza (agência Aeroporto) – Tel. +55 62 3207-1342.
  • Localiza (agência Bueno) – Tel. +55 62 2765-6450.
  • Hertz – Tel. +55 62 3206-0109.
  • Avis – Tel. +55 62 3207-4275.
  • Delta Rental – Tel. +55 62 3255-2374.
  • Fox – Tel. +55 62 3086-4707.

 

De ônibus

O transporte coletivo não é recomendado. Embora os ônibus só transitam lotados em horário de pico, a passagem é um pouco elevada se comparada a outras cidades brasileiras. Porém, para deficiente físico o transporte coletivo é viável, pois 92% da frota da cidade é adaptada para receber cadeirantes.

Transporte Alternativo – Citybus: Recentemente, visando atingir às classes mais altas, a Companhia dos Transportes Metropolitanos, lançou o Citybus, um micro-ônibus equipado com ar condicionado, som e acesso à internet sem fio. Porém, as passagens são caras (R$ 4,50), se for comprar com o motorista ou sit-pass normal. Ultimamente tem havido promoções para atrair mais pessoas a usar o Citybus.

ATENÇÃO: Não há cobradores no interior dos ônibus, o pagamento da passagem é feito pelo Sit-Pass (uma espécie de cartão (bilhete) que deve ser adquirido antes de embarcar).

 

De bicicleta

Não é recomendado utilizar a bicicleta como meio de transporte, existem poucas ciclovias na cidade, mas há projetos de ampliação.

 

De metrô/metropolitano

Goiânia tem um projeto de VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) a ser executado até 2015. O ramal terá 15 quilômetros no sentido Norte/Sul, sendo 10,5 quilômetros em superfície e 4,5 quilômetros em subterrâneo. Contará com 18 estações, sendo 11 estações em superfície e 7 estações em subterrâneo.

 

 

Páginas: 1 2 3 4

2 Comentários para “Atrações turísticas de Goiânia”

  1. ELIARA disse:

    Ei, parabéns pelo resumão sobre a nossa capital, muito informativo!
    A sociedade goianiense agradece!

  2. Sara Mynai disse:

    Um dos poucos sites com conteúdo completo sobre locais culturais de uma cidade, parabéns!

Comente!